Crónica: Boavista vence Benfica ao beneficiar de falha de Bruno Varela

Rui Vitória Mudança de treinador provoca sempre reação

O médio croata Krovinovic constitui a principal novidade no lote de 20 convocados do Benfica para a deslocação de sábado ao Bessa para defrontar o Boavista, em jogo da sexta jornada da I Liga de futebol. Em vão, o Boavista segura sem dificuldade a vantagem e saca os três pontos naquela que é a segunda derrota seguida do Benfica com reviravolta, após o 2-1 do CSKA Moscovo, na 3.ª feira, para a Liga dos Campeões. Reacção comprometida por sucessivas hesitações e passes errados da dupla Gilson/Idris, permitindo que Pizzi, Zivkovic e Jonas testassem a atenção e reflexos de Vagner.

A pressão boavisteira manteve-se durante alguns minutos, à custa de muita entrega, mas sem a clarividência necessária para levar perigo à baliza de Bruno Varela.

O brasileiro Jonas, logo aos sete minutos, adiantou os 'encarnados', mas os 'axadrezados' deram a volta na etapa complementar, através de Renato Santos, aos 55, e de Fábio Espinho, aos 74.

O técnico do Benfica falou ainda sobe a mudança de treinador no Boavista a meio da semana: "Se a mudança de treinador baralhou-nos?" O golo da igualdade nasceu de um lançamento lateral, com Luisão a cortar e Jonas a não conseguir completar o alívio.

O golo do Boavista, com apenas dez minutos disputados da segunda parte, não era ainda um anúncio formal do início da queda benfiquista. Acabou não tendo a vitória, mas este grupo já deu muitas provas.

Para o Benfica tornava-se cada vez mais real a possibilidade de escorregar estrondosamente e falhar o assalto à liderança.

Notícias relacionadas: