Filipe Toledo avança às quartas de final em etapa de Trestles

Silvana Lima arriscando um aéreo em Trestles

O brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, foi eliminado, nesta quinta-feira, pelo australiano Adrian Buchan e se despediu nas quartas de final da oitava etapa do Circuito Mundial de surfe, realizada em Trestles, na Califórnia. Extraindo ao máximo as ondas que apareciam, Toledo, nos 15 minutos finais, já tinha 13,23 pontos.

A surfista reencontrou a sua melhor forma ao surpreender desde o início da competição.

Esta foi a primeira vitória da cearense após sete anos. E acabou tendo sua reclamação aceita pelos juízes, que anularam a bateria para a nova disputa, nesta quinta. Enquanto ainda comemorava, veio o troco do sul-africano, que recebeu nota 9 após ótima manobra.

Na segunda bateria das quartas de final, a última do dia, o sul-africano Jordy Smith voltou a mostrar por que é o defensor do título da etapa e líder do ranking da temporada, vencendo o português Frederico Morais em uma batalha de alto nível.

Derrotado por 15.57 a 15.30, em uma disputa apertada, o campeão mundial de 2015 se viu atrás e, nos últimos segundos, tentou encaixar uma onda salvadora. Jadson André, por sua vez, foi eliminado pelo australiano Adrian Buchan por 16,27 a 14,84. A australiana terminou o duelo com 10,93 pontos (6 e 4,93). Já Keely não conseguiu que nenhuma de suas notas fosse melhor que as notas da brasileira. Silvana agora enfrenta a norte-americana Lakey Peterson, que despachou Carissa Moore nas quartas de final.

Com a vitória, a brasileira, que já está garantida na elite de surfe em 2018 pelo ranking do WQS (divisão de acesso) em que é líder, a brasileira deve deixar a colocação da classificação do CT.

Notícias relacionadas: