Tite convoca Diego, do Flamengo, e Arthur, do Grêmio, para a seleção

Arthur ganhou sua primeira chance na seleção

Goleiros: Alisson (Roma), Cássio (Corinthians) e Ederson (Manchester City).

Tite não deu muitos indícios sobre o que esperar da lista desta sexta. Antes de ter divulgado a lista, Tite citou o que foi considerado em suas escolhas.

Tite também resolveu apostar em Diego Tardelli, que vem se destacando pelo Shandong Luneng, com 11 gols marcados em 13 jogos no Campeonato Chinês, tendo se recuperado recentemente de uma lesão.

"O critério da convocação não atende especificamente ao momento do atleta no clube, senão alguns critérios a mais: o histórico dele no clube e na Seleção, o momento de clube e aquilo que viveu e vive na Seleção, e uma projeção na Copa do Mundo. Nesse aspecto estão convocados 24 atletas, um a mais que o usual", explicou o treinador, em entrevista coletiva. A Seleção, pela primeira vez com Tite, irá usar a Granja Comary, em Teresópolis, na preparação antes do jogo contra a Bolívia. No dia 4, a delegação embarca para a cidade de Santa Cruz de la Sierra, onde vai dormir. Já a ida para La Paz só ocorrerá no dia do jogo. Os atuais campeões sul-americanos foram os únicos a derrotarem o Brasil no torneio: 2 a 0, em Santiago, na estreia da competição, ainda sob o comando de Dunga.

Após obter a classificação diante do Paraguai, a seleção vem encarando as Eliminatórias como uma prévia da Copa do Mundo, com Tite trabalhando para consolidar o time e encontrar alternativas, como foi visto nos recentes duelos contra Equador e Colômbia, tanto que o treinador até escalou uma equipe com algumas novidades em Barranquilla. Por isso, os próximos jogos não são para o Brasil se desesperar tentando se classificar, mas, sim, para servirem de testes para os jogos da Copa.

Com Tite, a Seleção está invicta nas Eliminatórias, com nove vitórias e um empate. Assim, haveria uma única vaga em disputa.

Notícias relacionadas: