Donald Trump aconselha a "cortar a Internet" para prevenir futuros ataques terroristas

Donald Trump aconselha a “cortar a Internet” para prevenir futuros ataques terroristas

"Outro ataque em Londres de um terrorista perdedor". "São pessoas doentes e dementes que estavam na mira da Scotland Yard. É preciso ser proativo!", escreveu o republicano em sua conta no Twitter.

Ele acrescentou que os terroristas "devem ser tratados de maneira muito mais dura".

O tom usado pelo presidente para condenar o ataque causou algum desconforto no Reino Unido, segundo a imprensa britânica - como o The Guardian e a BBC.

Nick Timothy, antigo responsável do gabinete da primeira-ministra Theresa May reagiu de imediato aos tweets divulgados hoje por Trump.

O caso pode reacender a tensão entre Londres e Washington que surgiu após terem sido reveladas informações confidenciais sobre o atentado terrorista em Manchester.

Donald Trump aproveitou o incidente que é tratado como terrorista pelas autoridades britânicas para pedir restrições na política migratória do seu país.

"A proibição de viajar para os Estados Unidos deve ser muito mais ampla, mais dura e mais específica, mas isso não seria politicamente correto!", escreveu o Presidente norte-americano.

Trump ainda afirmou que sua administração já fez, em nove meses, mais progresso na luta contra o Estado Islâmico do que o governo de seu antecessor, Barack Obama, em oito anos. "É necessário sermos proactivos e agressivos!".

Notícias relacionadas: