Argentina consegue liberação para encarar o Peru na La Bombonera

Argentina obtém liberação e mandará o jogo contra o Peru no Bombonera

Em dificuldade para conseguir a classificação, a Argentina vê o estádio do Boca Juniors como uma forma de intimidar o adversário e dar um impulso extra à equipe para vencer seu último compromisso. Nesta quarta-feira, cerca de uma semana depois da AFA pedir a liberação para usar o estádio do Boca Juniors na partida decisiva contra a seleção peruana no próximo dia 5 de outubro, pelas Eliminatórias da Copa de 2018, a FIFA autorizou o pedido da Federação Argentina.

Inicialmente, o duelo estava marcado para acontecer no Monumental de Nuñez, casa do River Plate e da seleção argentina quando atua como mandante, porém, por conta da péssima fase do time agora comandado pelo técnico Jorge Sampaoli, a AFA optou por alterar o local da partida, apostando na pressão que a Bombonera pode impor aos visitantes.

Temendo ficar de fora da Copa do Mundo da Rússia, a Argentina irá 'apelar' para a grande pressão de seus torcedores no próximo confronto válido pela eliminatória sul-americana, dia 5 de outubro, contra o Peru. Na última vez, em 1997, as "Pampas" empataram a uma bola com a Colômbia, para a qualificação do Mundial de 98, na França. Os quatro primeiros das Eliminatórias Sul-Americanas se classificam para o torneio e o quinto disputará uma vaga através da repescagem mundial. Além do Peru, a Argentina encerra sua participação contra o Equador, no dia 10 de outubro, na cidade de Quito.

Notícias relacionadas: