Juncker profere hoje no Parlamento Europeu discurso sobre o Estado da União

Estado da União o futuro da Europa e os desafios

O Presidente da Comissão Europeia propõe a criação de um Fundo Monetário Europeu e de um ministro europeu das Finanças e da Economia.

"Precisamos de um ministro europeu da Economia e Finanças, alguém que acompanhe as reformas estruturais nos nossos Estados-membros".

Consagrado no Tratado de Lisboa e "inaugurado" em 2010 pelo anterior presidente do executivo comunitário, José Manuel Durão Barroso, o discurso sobre o Estado da União visa fazer o balanço dos resultados do ano anterior e apresentar as prioridades para o ano seguinte, com a Comissão a identificar aqueles que considera serem os desafios mais prementes da UE.

"Não sou pela criação de uma nova função".

Estrasburgo, França, 13 set (Lusa) - O presidente da Comissão Europeia defendeu hoje a celebração de uma "cimeira especial" a 30 de março de 2019, no primeiro dia "pós-Brexit", que assinale o nascimento de uma nova União Europeia a 27 mais unida, forte e democrática.

Atualmente, o francês Pierre Moscovici é o comissário europeu responsável pelos Assuntos Económicos e Financeiros - enquanto o vice-presidente Valdis Dombrovskis tem a seu cargo a pasta do Euro -, enquanto o fórum de ministros das Finanças da zona euro, o Eurogrupo, é presidido pelo holandês Jeroen Dijsselbloem, que termina o seu mandato em janeiro de 2018.

Notícias relacionadas: