COI admite que eleições de cidades- sedes olímpicas podem ter sido compradas

Ensaios nucleares da Coreia do Norte não afetam Jogos de Inverno2018

Após admitir que recebeu uma carta de Eric Maleson - responsável por delatar o esquema de compra de votos para a eleição do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016 - em 2012 falando sobre um atrito entre o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e a Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG), o Comitê Olímpico Internacional comentou o caso da compra de votos. "Existem investigações e vamos acompanhar isso de bem perto", afirmou o alemão. "Logo que provas foram exibidas contra Lamine Diack, ele perdeu sua condição de membro honorário do COI, em novembro de 2015".

O posicionamento ocorre na semana seguinte à Operação Unfair Play ("Jogo Sujo"), da Polícia Federal, que intimou o dirigente Carlos Arthur Nuzman a depor sob suspeita de agir como elo na compra de votos que garantiram o Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Autoridades locais apuraram corrupção dos Diack e pediram ajuda às brasileiras quando chegaram ao nome de Nuzman. Vamos acompanhar de perto, mas aqui, agora, estamos concentrados no futuro e vamos ver grandes apresentações de duas grandes cidades do mundo que concorrem aos jogos Olímpicos - afirmou.

Lamine Diack, que foi membro do COI entre 1999 e 2013, seria um influenciador dos votos africanos nas eleições. A escolha de Tóquio para 2020 também está sendo investigada. O COI juntou-se à investigação como parte cível há mais de um ano.

O cartola brasileiro, que está à frente do COB há 22 anos, é investigado sob suspeita de ter participado como "ponte" entre o esquema de corrupção com os membros do COI, que teriam envolvimento de Sérgio Cabral, governador do Rio em 2009 e hoje preso.

Depois, segue-se a 131.ª sessão do COI, na qual cerca de 90 membros vão aprovar, em voto presencial, a atribuição à capital francesa e à cidade norte-americana. A propina ao senegalês foi debitada, segundo a Procuradoria, da devida pelo empresário Arthur César de Menezes Soares, o "Rei Arthur", ao peemedebista.

Durante a operação, a Polícia Federal encontrou na casa de Nuzman R$ 480 mil em notas de dólares, libras, reais e euros.

O que era para ser apenas uma semana de comemoração - com a oficialização de Paris e Los Angeles como sedes das Olimpíadas de 2024 e 2028, respectivamente - tornou-se uma saia justa para o Comitê Olímpico Internacional (COI), que, desde esta segunda-feira, está reunido em Lima, no Peru, para a 131ª sessão da entidade.

Notícias relacionadas: