Em jogo equilibrado, Atlético-GO e Bahia empatam pelo Brasileirão

Preto conversa com o time titular durante treino no Fazendão

Com o empate, o Atlético deixa de se aproximar dos rivais diretos e permanece na lanterna a cinco pontos do São Paulo.

Com 27 pontos, o Bahia ocupa o 15º lugar da competição nacional. O São Paulo, o 19.º e penúltimo colocado, tem 24.

Na próxima rodada do Brasileirão, os dois times jogarão fora de casa. O Bahia ficou dependendo dos brilhos de Rodrigão.

No segundo tempo, o Bahia resolveu colocar a bola no chão e partiu para cima de um recuado Atlético Goianiense.

A equipe tricolor chegou ao empate na segunda etapa após bela jogada na entrada da área. Após o gol, o Atlético criou mais chances e somente no final do jogo, o Bahia buscou o empate, mas a defesa rubro-negra bem postada evitou dar trabalho ao goleiro atleticano. Aos 21 minutos, Zé Rafael arriscou de fora da área e mandou rente à trave.

Os minutos finais foram de ataque contra defesa. Tentou com Edigar Junio, em finalização de pé esquerdo, que Marcos fez a defesa e depois em boa jogada pela direita, que Marcos novamente impediu que o cruzamento de Allione com um toque para escanteio. O Bahia pressionou o Atlético Goianiense, mas não conseguiu furar o gol defendido por Marcos. O rubro-negro volta a campo no sábado, para enfrentar a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli.

ATLÉTICO-GO - Marcos; Jonathan, William Alves, Gilvan e Bruno Pacheco; Igor (Ronaldo), André Castro, Andrigo (Niltinho), Luiz Fernando (Alison) e Jorginho; Walter.

Se no primeiro tempo o Atlético mereceu o resultado, no segundo o Bahia mereceu o empate.

BAHIA: Jean; Eduardo, Rodrigo Becão, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Renê Júnior, Edson, Régis (Vinícius) e Zé Rafael; Mendoza (Edgar Junio) e Rodrigão (Allione). Técnico: Preto Casagrande.

Notícias relacionadas: