Tornados, chuva e vento forte já atingem sul da Flórida — EUA

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos anunciou que Irma voltou a subir para a categoria 4

"Os ventos com força de furacão se estendem por 110 quilômetros do centro e ventos com força de tempestade tropical se estendem por 315 quilômetros".

No sábado à noite começaram a registar-se fortes tornados, à medida que o olho do furacão se aproximava da zona de Florida Keys. O José está a cerca de 430 quilômetros a leste das Ilhas de Sotavento. Mar agitado, céu escuro, rajadas de chuva, palmeiras encurvadas, fortes ondas quebrando em muros na praia e fornecimento de energia suspenso foram noticiados pela TV estatal em Cuba. "A cidade está em uma das piores posições possíveis", alertaram os meteorologistas à agência Ansa.

O furacão Irma arrancou telhados de casas e inundou centenas de quilômetros do litoral ao atingir a costa norte de Cuba depois de devastar ilhas ao longo do Caribe.

De acordo com o último boletim do NHC, Irma está a 395 km da Florida. O Irma deve atingir a região costeira dos três estados na segunda-feira (11). Os hotéis do complexo hoteleiro da Disney no estado seguirão funcionando.

Nesta sexta-feira, Miami Beach estava deserta e as vitrines das lojas, vedadas com tapumes. O voo previsto para sair da Flórida em direção ao Brasil no dia 10 também foi cancelado. O Busch Gardens não abrirá no sábado (9). "Com base na faixa atual do furacão Irma, esperamos que toda a nossa área de serviços da Flórida sinta os efeitos desta poderosa tempestade", disse Luis Ordaz, diretor de tempestade da Duke Energy Flórida.

"Trabalharemos de forma mais rápida e segura possível até que todos os clientes sejam restaurados", acrescentou. Eles estarão preparados para responder a interrupções, assim que o local estiver seguro. Companhias aéreas, como a italiana Alitalia, anunciaram o cancelamento de voos para o Caribe e para Miami no fim de semana. E o aeroporto poderá ser fechado hoje.

No lado holandês da ilha, o governo relatou saques em lojas.

Quatro pessoas morreram nas Ilhas Virgens dos EUA, onde as autoridades descrevem os danos como catastróficos.

O Governo de Havana ordenou a retirada de um milhão de pessoas, como medida de precaução.

De acordo com o instituto de resseguros público francês CCR, especializado em desastres naturais, os danos provocados pelo Irma na ilha de Saint Barth e na parte francesa de Saint Martin foram avaliados em 1,2 bilhão de euros (1,45 bilhão de dólares).

O furacão Irma causou hoje a décima vítima mortal devido à sua passagem, depois da morte de uma pessoa na ilha de Anguilla, nordeste das Caraíbas, informaram as autoridades. Essa foi a velocidade registrada quando o fenômeno atingiu o norte de Tecolutla, no Estado mexicano de Veracruz.

Um terceiro furacão afeta o oeste do Golfo do México.

No Atlântico, o furacão José quase atingiu a categoria 5, com ventos próximo a 250 quilômetros por hora. A tempestade está a cerca de 485 quilômetros de Miami. Isso porque o furacão de categoria 4 pode levar até mesmo telhas de casa e danificar a rede elétrica.

Notícias relacionadas: