Sem surpresa, o BCE mantém as taxas de juro inalteradas

BCE mantém política de apoio à economia e reduz projeção da inflação

Quanto às limitações do próprio programa, que limitam a compra de activos à chave de capital de cada país no banco central a 33% de uma determinada obrigação ou da dívida de um país, o presidente do BCE adiantou que não foram discutidas alterações às regras do programa.

Por outro lado, o presidente da instituição, Mario Draghi, remeteu para outubro a decisão do volume de estímulos. Na reunião, muito aguardada pelos investidores, o BCE manteve o programa de estímulos à economia da zona euro e o tom cauteloso.

Segundo dados provisórios, a inflação na zona euro terá acelerado para 1,5% em agosto. O objetivo é que fique próxima, mas ligeiramente abaixo de 2%. Nas projeções divulgadas hoje, os peritos do BCE antecipam para 2018 um crescimento de 1,8% (igual ao anunciado em junho) com uma inflação de 1,2% (1,3% em junho).

Notícias relacionadas: