Pedetista Amazonino Mendes é eleito governador

Pedetista Amazonino Mendes é eleito governador

Ao todo, 2.338.037 eleitores estavam aptos a votar no Amazonas. "Isso começa logo, mesmo antes de assumir".

Na opinião da senadora Vanessa, Amazonino representa o grupo político que foi cassado pela justiça eleitoral e que "arrasou” a economia, saúde, segurança e educação do estado".

Outra grande diferença foi obtida pelo governador eleito em Coari, com 76,52% contra 23,48% de Braga, resultado parecido em Tefé, com 70,7% de Amazonino, contra 29,3% de Braga. Amazonino já ocupou outras três vezes o cargo de governador (foi eleito em 1986 e em 1994, sendo reeleito em 1998). Não completou se mandato na prefeitura porque se candidatou ao governo do estado, em 1987.

A maior vantagem obtida por Amazonino foi em Barcelos, com 93,14% dos votos, seguido de Juruá, com 86,13% e de Guajará, com 83,73%. Amazonino chegou a disputar eleições depois disso, mas não obteve vitória, retornando só agora a um cargo eletivo, em um mandato-tampão que vai durar até o fim do próximo ano.

O vice do pedetista será Bosco Saraiva (PSDB). Eduardo Braga então usou seu tempo para abordar não somente os aspectos positivos de seu programa quanto os pontos negativos de seu opositor. Dois anos depois, em 2008, Amazonino voltou a tentar a Prefeitura de Manaus e obteve êxito em 2º turno. Em 2006 concorreu novamente mas foi derrotado por Eduardo Braga. Com o início do segundo turno, os candidatos tiveram duas semanas para convencer o eleitorado de suas propostas e intenções. O ministro Ricardo Lewandowski chegou a dar uma decisão liminar suspendo a eleição suplementar, mas foi derrubada por seu colega de corte, Celso de Mello, e o processo eleitoral se manteve.

No segundo turno, Amazonino seguiu com os mesmos apoiadores de campanha: Omar Aziz, Pauderney, Silas Câmara e Artur Neto, atual prefeito de Manaus.

Em programas de TV e rádio, Braga afirmou que Amazonino deixou obras inacabadas enquanto prefeito, de 2009 a 2012, e que o candidato não tinha propostas para combater o índice de violência no estado.

Notícias relacionadas: