Amazonas decide novo governador em eleição suplementar neste domingo

Amazonas decide novo governador em eleição suplementar neste domingo

Amazonino Mendes, do PDT, derrotou o emedebista Eduardo Braga no segundo turno da eleição suplementar para o governo do Amazonas e comandará o estado pela quarta vez.

Em declarações aos jornalistas, o governador eleito disse que a prioridade é "arrumar o que está desarrumado, dando valor ao mérito e não aos costumes políticos". Amazonino já ocupou outras três vezes o cargo de governador (foi eleito em 1986 e em 1994, sendo reeleito em 1998).

Na opinião da senadora Vanessa, Amazonino representa o grupo político que foi cassado pela justiça eleitoral e que "arrasou” a economia, saúde, segurança e educação do estado". Os votos brancos correspondem a 4,06% e os nulos, a 19,73%. Ele tem como vice o deputado estadual Bosco Saraiva, do PSDB.

Foi derrotado por Serafim Corrêa (PSB), em 2004, na nova corrida à Prefeitura de Manaus.

Apesar da vitória expressiva de Braga em Itacoatiara, com 60,61% contra 39,39% de Amazonino, com diferença de 21 pontos percentuais, seu adversário o superou em Parintins, ao vencer por 65,97% contra 34,03%, equivalente a quase 34 pontos percentuais. Foi quando encerrou o mandato e, na ocasião, chegou a anunciar o fim da carreira política. Havia sido prefeito de Manaus, em 2012, mas não tentou reeleição à época. A mudança tem jeito, a esperança tem jeito”, declarou Eduardo Braga. Em 2008, Amazonino voltou a se candidatar à Prefeitura, sendo eleito no 2º turno. No total, 849.528 eleitores deixaram de escolher um dos candidatos. Mais de um em cada quatro (25,88%) eleitores do Estado nem sequer foi às urnas para votar.

Já o candidato do PDT afirmou que o opositor agia com rancor. "Não fiquei em casa para não pagar a multa", disse ao sair da seção eleitoral.

Como prefeito ou governador, Amazonino foi alvo denúncias de corrupção e teve as contas de gestão sob suspeita em algumas ocasiões. Em nota divulgada horas antes do início do programa, advogados do governador eleito comunicaram a ausência dele.

Notícias relacionadas: