Três fogos em curso e dois em resolução mobilizam 1.434 operacionais — Incêndios

DR  Brisa

No sábado, um novo máximo de incêndios foi registado em Portugal, com 268 ocorrências, que mobilizaram 6.553 operacionais, sendo que pelas 09:00 os fogos nos concelhos de Ferreira do Zêzere e Tomar eram os mais preocupantes, segundo a Proteção Civil.

O incêndio "está a propagar com grande velocidade", indo em direção ao concelho vizinho de Ferreira do Zêzere, no distrito de Santarém, disse à agência Lusa Célia Marques, sublinhando que as pessoas da localidade do Beco, em Ferreira do Zêzere, foram retiradas para uma localidade de Alvaiázere.

"Mantemos todos os meios de reforço no terreno no sentido de conseguir responder e apoiar estas situações, mantemos o nível de alerta laranja para todos os distritos", acrescentou a responsável, dando conta também da situação em Tomar, onde lavra um incêndio "já muito ativo" e com "algumas situações críticas em termos de aldeias e pequenas localidades que se concentram na área de propagação e desenvolvimento" do fogo, com "áreas onde se encontram evacuações em curso ou onde são previsíveis nas próximas horas".

Cerca de 100 militares da Marinha foram este sábado enviados para ajudar no combate aos incêndios em Alvaiázere, no distrito de Leiria, e em Nelas, distrito de Viseu, anunciou este sábado a força militar. É combatido por 3 meios aéreos, 90 viaturas e 366 operacionais.

No combate estão mais de 300 operacionais, apoiados por 95 viaturas e três aeronaves.

De acordo com informações avançadas pela Autoridade Nacional da Protecção Civil, através da sua página na Internet, mais de 4000 bombeiros sairam para o terreno este sábado no combate a 297 incêndios um pouco por todo o país.

O incêndio em Montemor-o-Velho, distrito de Coimbra, também dado como dominado ao início da madrugada, entrou, esta madrugada, já em fase de rescaldo.

Notícias relacionadas: