Sexta-feira foi o dia do ano com mais incêndios

Três incêndios cortam estrada e fazem feridos

Pelo menos 60 desses incêndios registaram-se no distrito do Porto, informou a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), este sábado.

O estado de laranja vai ser prolongado até ao final de segunda-feira, devido às condições climatéricas que podem favorecer a ocorrência de incêndios.

O pico de incêndios foi registrado durante a tarde, quando, em apenas três horas, mais de 70 incêndios tiveram início nas regiões centrais e norte do país, as mais afetadas pelas chamas.

No site deste organismo, pouco depois das 8h, eram apontados três importantes fogos em curso: no concelho de Pombal e Alvaiázere, no distrito de Leiria, e no concelho de Abrantes, distrito de Santarém.

Em relação ao fogo de Abrantes, Patrícia Gaspar refere que a situação está "estabilizada", mas todos os meios continuam no terreno.

Para apoiar o combate às chamas, as autoridades portuguesas contavam hoje com a ajuda de um avião marroquino e duas aeronaves procedentes da Espanha. A porta-voz da Proteção Civil, Cristina Gaspar, reconhece que voltaram a registar-se falhas pontuais no funcionamento do SIRESP (sistema de comunicações de emergência), mas que foram ultrapassadas.

Notícias relacionadas: