Mundiais de atletismo: Usain Bolt lesiona-se na derradeira corrida

Ribeirãopretano consegue a 2ª melhor marca da carreira, mas fica fora de final do Mundial

Depois de ter falhado a medalha de ouro nos 100m, Usain Bolt dispunha de uma última oportunidade para um adeus em grande às pistas em contexto de Mundiais. Nos 4x100 metros do Mundial de Londres, o velocista jamaicano, último do seu país na estafeta, lesionou-se no início do seu trajeto e não conseguiu finalizar a última corrida que fez ao mais alto nível. Ficou no chão, enquanto a Grã Bretanha corria para a vitória. Mas aquilo que aparenta ter sido uma lesão muscular puxou o tapete ao campeão olímpico e, por arrasto, à Jamaica.

Os ingleses venceram a prova em 37,47s, seguidos dos EUA (37,52s) e do Japão (38,04s).

Atleta de Salto em Altura, o ribeirãopretano Fernando Ferreira participou, na manhã desta sexta-feira, 11, das eliminatórias para a final da prova no Mundial de Atletismo, que acontece em Londres, no Reino Unido.

Mesmo com este final inesperado, Usain Bolt é o homem mais rápido da história, ele bateu três vezes o recorde mundial dos 100 metros rasos e é o recordista dos 200 metros, marcas conquistadas no Mundial de Atletismo de Berlim-2009 - o tempo dos 100 metros é o de 9s58 e dos 200 metros é o de 19s19.

Notícias relacionadas: