Corinthians defende hoje liderança contra o Atlético mineiro

Yago entrará em campo como titular contra o Fluminense

Com 41 pontos, o time é o líder do Campeonato Brasileiro, com oito de vantagem sobre o Grêmio, segundo colocado.

A estatística mostra que o Atlético não tem capacidade de propor o jogo, de encurralar o adversário, criar chances e finalizar com qualidade.

A 18ª rodada da série A será realizada na quarta-feira (2) e quinta-feira (3) com os seguintes jogos: Sport x Fluminense; Chapecoense x Bahia; Atlético MG x Corinthians; Vitória x Ponte Preta; Botafogo x Palmeiras; Santos x Flamengo; Atlético x Grêmio; São Paulo x Coritiba. A partida marcará o reencontro de Jô, que vive grande fase com a camisa do Timão, e o Galo, onde ele conquistou a Copa Libertadores em 2013. Com 35 gols, somando as duas passagens pelo clube alvinegro, o camisa 7 se igualou a Ronaldo Fenômeno e entrou para o Top 10 da artilharia do Corinthians no século XXI.

Artilheiro do Corinthians na atual temporada, com 17 gols, Jô vai rever o clube que o abraçou no momento mais difícil da carreira.

O centroavante já deixou para trás grandes nomes da história recente do clube, como o volante Paulinho (34), os meias Danilo (33) e Jadson (32), e atacantes Nilmar (31), Emerson Sheik (26) e Luizão (24). Durante a campanha do 28º título paulista, Jô foi fundamental nos clássicos que o Timão disputou, tendo marcado contra todos os rivais na competição estadual. Apesar dos bons números, superar o Atlético Mineiro será um desafio ainda mais complicado, já que há muito tempo Fábio Carille não tem tantos problemas para escalar o time.

O Atlético Paranaense é um dos seis melhores visitantes do Campeonato Brasileiro de 2017.

A vida de Fabio Carille não deve ser das mais fáceis nesta semana. A quase "mão na taça" está ligada à história da competição: em 11 das 14 edições do Nacional disputadas por pontos corridos, o time que terminou o primeiro turno na frente levantou o troféu no final do ano.

Sem derrotas da primeira à 17ª rodada, o Corinthians superou o Flamengo de 2011, que se manteve invicto nos 16 primeiros jogos. O time de Carille empatou em 1 a 1 e confirmou o título do primeiro turno, e a frase de Renato voltou a ser lembrada no "Redação" (assista ao vídeo). Quem chegou mais perto foi o Atlético-MG de 2012 e o Cruzeiro de 2014, ambos com 39 pontos.

Notícias relacionadas: