Palmeiras x Vitória: Acompanhe o que acontece no jogo AO VIVO

De virada, Vitória é goleado pelo Palmeiras, em São Paulo, e se afunda na Série A

A má fase acabou.

O Palmeiras goleou o Vitória por 4 a 2 na manhã deste domingo, na Arena Palmeiras, pela 14ª rodada do Brasileirão 2017, e voltou a entrar no G6 do Campeonato Brasileiro.

Depois dos resultados negativos, Cuca alterou não apenas a escalação do Verdão, mas também o esquema tático. Deixando de lado o 4-2-3-1, o treinador optou pelo 4-2-2-2, com Róger Guedes posicionado ao lado de Willian, e Dudu na mesma linha de Guerra no meio-campo, dois para cada lado. Felipe Melo deverá ser titular já que ele está recuperado de lesão.

O time também se assustou, passou a errar muitos passes, parecia incapaz de se impor diante da forte marcação do Vitória, mas chegou ao empate aos 36 minutos em pênalti muito duvidoso, menos para o árbitro Bruno Arleu de Araújo, que Róger Guedes cobrou muito bem.

Já aos 45, o Palmeiras conseguiu a virada. O lateral Egídio era um dos que mais demonstrava tensão, claramente sem confiança para arriscar jogadas ofensivas com a torcida chiando a cada toque na bola do camisa 6. O jogo marocu pênalti de Wallace Reis em Mina. Mayke e Roger Guedes fizeram os gols palmeirenses, enquanto Uillian Correia e David descontaram para os visitantes. O Vitória recebe o Grêmio no Barradão, também na quarta, às 19h30.

0-1, Uillian Correia, min 9. Dudu chutou em cima de Patric, a bola sobrou para Guerra, que invadiu a área e deixou para Dudu mandar para o gol. O Rubro-Negro fez mais um já aos 39 minutos, com David, mas já não havia mais tempo para uma reação. Um dos principais jogadores do Leão na temporada, o volante Uillian Correia espera um duelo equilibrado entre as equipes.

Ainda deu tempo de Dudu sair aplaudido para a entrada de Borja, que quase fez um golzinho, mas não serve para um jogo de contra-ataques (seria melhor ter colocado Keno), e do Vitória fazer um golaço com direito a chapéu e, de novo, visão privilegiada de nossa defesa. A bola passou perto da trave direita de Fernando Miguel.

A festa ficou completa com 41 jogados, quando Dudu decretou a goleada.

E a locomotiva alviverde não parou por aí: aos 31, após a entrada de Zé Roberto no lugar de Felipe Melo, aplaudido na saída de campo, Michel Bastos apareceu pela direita e cruzou na área.

O Vitória diminuiu, com David, sem conseguir dessa vez ameaçar a comemoração alviverde.

Logo com 15 segundos de partida, o Verdão mostrou o cartão de visitas: em ótimo passe pela direita, Dudu deixou Guerra em condições de finalizar, mas o venezuelano mandou para fora. Influenciado por isso, o time começou o jogo disposto a encurralar o adversário, marcar o gol o quanto antes e dar a resposta esperada pelos 36 mil torcedores. Na quarta-feira, o Palmeiras encara o Flamengo no Luso-Brasileiro, quarta-feira, 19, às 21h45.

O Vitória começou a apresentar uma postura mais ofensiva e tinha mais a posse de bola, enquanto o Palmeiras adotou uma postura mais cautelosa e procurou jogar nos contra-ataques. No rebote, Mayke finalizou forte, sem dar chance para Fernando Miguel.

Notícias relacionadas: