Morreu o actor Martin Landau

Martin Landau em

Martin Landau morreu no sábado, vítima de "complicações inesperadas", após uma breve hospitalização num centro médico da Universidade da Califórnia.

Martin Landau deixa duas filhas, a cineasta Susan Landau Finch e a atriz e bailarina Juliet Landau, fruto de seu casamento com a atriz Barbara Bain, com quem contracenou em "Missão Impossível".

Participou de diversos filmes, mas obteve mais sucesso na TV, com séries como "The Alfred Hitchcock Hour" e "Missão Impossível", em que ele interpretou Rollin Hand, um mestre dos disfarces, e ganhou o Globo de Ouro de melhor ator pelo papel, em 1968.

O publicista do ator, Dick Guttman, confirmou a sua morte, dizendo estar "assolado de tristeza".

Nascido no Brooklyn (Nova York) no dia 20 de junho de 1928, Landau trabalhou como desenhista no jornal "New York Daily News" antes de começar a sua carreira como ator.

O seu primeiro papel importante no cinema chegou em 1959 com Intriga Internacional de Hitchcock.

A interpretação de Bela Lugosi no filme de Tim Burton "Ed Wood" (1994), valeu a Martin Landau o Óscar de Melhor Ator Secundário (1995).

Um dos papéis mais populares foi o de comandante John Koenig na série televisiva britânica "Space: 1999" ("Espaço:1999"), de 1975. Ele também foi indicado na mesma categoria por "Crimes e Pecados", de Woody Allen, em 1989, e "Tucker - Um Homem e Seu Sonho", no ano anterior.

Além de uma extensa carreira no cinema e na televisão, Landau ainda foi professor do famoso Actors Studio, onde deu aulas para lendas da atuação como Jack Nicholson e Anjelica Huston.

Notícias relacionadas: