Em treino fechado, Abel indica Fluminense com três volantes no Couto Pereira

Próximos na tabela Coritiba e Fluminense duelam por estabilidade no Brasileirão

O Fluminense realizou, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, mais um treinamento na tarde desta sexta, visando o compromisso de domingo, às 19h (de Brasília), no estádio Couto Pereira, diante do Coritiba, válido pela 14ª rodada do #Campeonato Brasileiro. Quando chegou ao ataque, o Fluminense abriu 2 a 0, ainda no primeiro tempo, com Richarlyson e Léo.

O Coxa ganhou ânimo após vencer por 4 a 1 contra o Avaí, em partida que aconteceu em Santa Catarina.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Coritiba irá ao Moisés Lucarelli enfrentar a Ponte Preta, na quarta-feira, às 21h (de Brasília). Já o Fluminense recebe o Cruzeiro no Giulite Coutinho na quinta (20), às 19h30. A bola desviou em Rodrigo Ramos e enganou Wilson, aumentando o placar para o Flu.

Em cima do Flu, o Coxa ameaçou em cobrança de falta de Galdezani e com Rodrigo Ramos em chute rasteiro, nas duas o goleiro Julio César praticou boas defesas.

Aos 38 minutos, o Fluminense ampliou.

Antes do fim do primeiro tempo, o Coritiba diminuiu com Henrique Almeida após a bola ser levantada na área. Júlio César fez a defesa em dois tempos, antes da chegada de Rildo. Na volta do intervalo, Abel teve que tirar Nogueira, com dores no tornozelo esquerdo. Assim, Scarpa deve fazer a função do camisa 11 e o volante Marlon Freitas, que estreou contra o Bahia, entra no meio de campo para fazer uma trinca de volantes ao lado de Orejuela e Wendel.

"Nosso time teve o compromisso muito forte de marcar". A equipe paranaense seguiu na pressão, e Julio César apareceu bem, aos 13 minutos, para cortar um cruzamento perigoso de Neto Berola. A bola desviou na zaga e saiu com perigo.

Ficando sete partidas sem vencer, o Coritiba conseguiu superar esse jejum, aplicando uma goleada no Avaí na última rodada. Com isso, o Coxa deve ter Wilson; Rodrigo Ramos, W. Maia, Luizão (Werley) e W. Matheus; Jonas, M. Galdezani e Anderson; Neto Berola, Rildo e H. Almeida (Alecsandro). "Mas vamos entrar em campo como sempre entramos, procurando ganhar o jogo e sair de lá com os três pontos". Nogueira, Marlon Freitas e Pedro foram titulares e, como se não bastasse, aos 17, Reginaldo sentiu e foi substituído por Frazan, de 21 anos, em seu terceiro jogo profissional. Ainda no primeiro tempo, nos acréscimos, Henrique Almeida se redimiu do pênalti perdido, descontando e deixando o placar em 2 a 1.

Notícias relacionadas: