Flamengo empata clássico contra o Fluminense nos acréscimos

Trauco em treino no Ninho

No fim, depois de polêmicas, reclamações e graças a um gol já aos 49 do segundo tempo, um empate por 2 a 2. Richarlison recebeu pela esquerda e tocou para Wendel que tabelou com Scarpa e chutou na saída de Thiago. Pênalti que Henrique Dourado converteu com a categoria habitual. O time carioca tem em seu elenco o atacante Henrique Dourado, artilheiro do campeonato, e aposta todas as suas fichas no atleta para vencer o clássico.

Mesmo sem jogar bem, o Fluminense desempatou aos 35 minutos.

As duas equipes voltam a campo no meio de semana. Já o Rubro-negro encara a Chapecoense no estádio Luso-Brasileiro, na quinta-feira.

O jovem tricolor ainda teria uma outra chance no primeiro tempo e dessa vez não deixaria passar.

As primeiras finalizações do Fluminense foram aos 23, mas pararam em duas defesas importantes de Thiago, que saiu bem aos pés de Wendel, e, na sequência, na cobrança do escanteio, no mesmo lance.

Na segunda, porém, não teve perdão. A defesa não acompanhou e ele apareceu sozinho, de frente para o gol para desviar.

Diego empatou aos 10 minutos do segundo tempo.

O Flu, porém, também teve do que reclamar. No returno, a diretoria rubro-negra ainda negocia os moldes do contrato com a Odebrecht, que ainda é responsável pelo estádio até que seja feita uma nova licitação. Júlio César defendeu parcialmente e Everton não conseguiu aproveitar o rebote.

Aos 19 minutos aconteceu um momento inusitado no clássico. O posto dele ficou com Flávio Rodrigues de Souza, que era o assistente da linha de fundo.

Com a obrigação da vitória, o Flamengo teve boa parte da posse de bola, mas, segundo afirmou o próprio Abel, não chegou a dominar o confronto, principalmente no segundo tempo de partida. "Flamengo é uma grande equipe com grandes jogadores". Scarpa lançou Richarlison, que foi derrubado na área por Juan. Se o Flamengo teve um domínio de bola maior no jogo, 60%, o Flu chutou em direção ao gol quatro vezes contra cinco do Fla.

Quando tudo parecia se encaminhar para uma vitória tricolor, Trauco estragou a festa da torcida do Flu. Aos 13 minutos, foi a vez de Vinícius Júnior passar por Mascarenhas e cruzar para Guerrero, mas Júlio César fechou o ângulo e ficou com a bola. Henrique Dourado e Wendel marcaram para os mandantes, enquanto Diego e Trauco (nos acréscimos) fizeram os do time rubro-negro.

FLAMENGO: Thiago, Rodinei, Réver, Juan e Trauco; Márcio Araújo (William Arão, intervalo), Cuellar (Conca 37'/2ºT) e Diego; Everton, Vinicius Jr.

Notícias relacionadas: