Ronaldo: "Por vezes, a melhor resposta é ficar calado" - Renascença

Na base da decisão está a forma como se sentiu tratado com a acusação de que foi alvo - uma alegada fraude fiscal no valor de 14,7 milhões de euros, o que o leva a querer sair de Espanha. Daí ter tomado a decisão de pular fora do clube espanhol antes que seja condenado.

De acordo com o clube, Cristiano Ronaldo "mostrou sempre, desde a sua chegada ao Real Madrid, em julho de 2009, uma vontade clara de cumprir todas as suas obrigações tributárias".

A Gestifute refere que, na chegada a Espanha, o futebolista passou a estar abrangido pela "lei dos impatriados" (regime fiscal especial aplicável aos trabalhadores estrangeiros colocados em território espanhol), sendo tributado "apenas pelos rendimentos imputáveis a Espanha".

Na terça-feira, o Ministério Público de Madrid acusou o futebolista português de ter, de forma "consciente", criado uma sociedade para defraudar o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros.

Para começar, Cristiano Ronaldo se sente prejudicado por uma má gestão do Real Madrid.

Já o Manchester United procura que o "Melhor Jogador do Mundo" regresse a Old Trafford ainda este verão. Os franceses Paris Saint-Germain e Monaco também podem entrar na disputa pelo camisa sete.

Fora da Europa, há o interesse de clubes ricos da China e do Médio Oriente, mas são campeonatos muito fracos e sem nenhuma visibilidade, o que deixaria Ronaldo "em cheque" nas corridas à Bola de Ouro e à Bota de Ouro, para além de poder perder "espaço de manobra" na Selecção para jogadores mais jovens e que dão mais nas vistas. O magnata, aliás, chegou a falar publicamente do tema.

Após rumores da possível saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid, o Sporting, ex-clube do jogador, agiu rápido. O luso-brasileiro poderia ser um aliado de grande importância nesta operação. Em jeito de brincadeira, até o Sporting colocou no Twitter uma mensagem: "Cristiano, o bom filho à casa torna. ainda demoras?"

O craque, por sua vez, comentou que estava com "a consciência tranquila", enquanto o Real Madrid demonstrou pleno apoio ao astro e pediu que as investigações sejam aceleradas.

Notícias relacionadas: