Prazo para sacar o PIS está acabando; saiba se você tem direito

Mais de 65 mil baianos faltam sacar o PIS

Tem direito ao abono salarial ano-base 2015 quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2015 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).
Segundo o MTE, o prazo final para sacar o benefício é o dia 30 de junho. Mas muita gente ainda não resgatou o abono salarial. Na Bahia, dos 1,4 milhão de trabalhadores com direito ao saque, 1.347.411 já o fizeram, de acordo com relatório mais recente do MT. Já foram pagos, somente no estado, R$ 980,7 milhões. No Banco do Brasil, responsável pelo pagamento do Pasep, o número de pessoas que deixou de sacar o benefício é bem menor que na Caixa. Ou seja, o trabalhador perderá esse dinheiro. A Caixa paga os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao PIS. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), é quem define o calendário de pagamento PIS 2017/2018.

Quem trabalhou um mês receberá R$ 79,002; 2 meses, R$ 157,003; 3 meses, R$ 235,004; 4 meses, R$ 313,005; 5 meses, R$ 391,006; 6 meses, R$ 469,007; 7 meses, R$ 547,008; 8 meses, R$ 625,009; 9 meses, R$ 703,0010; 10 meses, R$ 781,0011; 11 meses, R$ 859,0012; e, por fim, quem trabalhou todos os 12 meses do ano base receberá R$ 937,00. Para saber se tem direito, consulte o site do Ministério do Trabalho (http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consulta-abono-salarial) Como receber O abono do PIS pode ser recebido nas agências da Caixa Econômica Federal e casas lotéricas.

Para sacar o Abono do PIS, o trabalhador que tem Cartão Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Quem trabalhou durante um mês, por exemplo, receberá o equivalente a 1/12 do salário mínimo, e assim sucessivamente. O Banco do Brasil paga os servidores públicos, vinculados ao Pasep. Correntistas dos dois bancos recebem o benefício diretamente em conta.

Notícias relacionadas: