Americana é condenada pelo suicídio do namorado

Jovem que convenceu namorado a suicidar-se culpada de homicídio

A norte-americana Michelle Carter, de 20 anos, foi condenada na sexta-feira por homicídio involuntário, por um tribunal do estado norte-americano do Massachussetts, por ter incentivado o namorado, Conrad Roy, a cometer suicídio.

O caso remonta a 12 de Julho de 2014, quando o namorado de Carter, 18 anos, fechou-se numa carrinha para inalar o monóxido de carbono de um gerador, seguindo uma sugestão dela, um ano mais nova. A sentença deve ser divulgada em 3 de agosto.

No veredicto do juiz Lawrence Moniz é salientado o facto de Carter ter conversado com Roy ao telefone por mais de 40 minutos enquanto este cometia suicídio. Carter também não chamou a polícia nem avisou os familiares de Roy sobre o suicídio.

Ele destacou que Roy chegou a sair de sua caminhonete, que já se encontrava tomada pela fumaça tóxica, se dizendo amedrontado, mas Michelle ordenou que voltasse para o veículo. Porém, quando seu celular foi levado para perícia, descobriram que ela havia apagado mensagens de conversas com a mãe de Roy.

"Vais finalmente vai ser feliz no paraíso". Sem mais dor. Sem mais pensamentos ruins e preocupações.

Segundo a acusação, Carter convenceu e pressionou Roy a cometer suicídio, pesquisou e o orientou sobre os métodos mais eficazes e repreendeu o namorado nas vezes em que ele adiou o ato.

"Você simplesmente tem que fazê-lo", disse ela em pelo menos quatro mensagens. Segundo a acusação, Carter quis que Roy se matasse para ser alvo da solidariedade de amigas da escola enquanto "namorada enlutada", lê-se no New York Times. Na época, Roy disse estar com medo por sua família, e que estava enlouquecendo ao pensar sobre eles.

Após a morte do namorado, Carter postou mensagens lamentando sua perda em redes sociais e arrecadou dinheiro em seu nome para conscientização sobre saúde mental. Eles alegaram que ela não teria causado sua morte e que nem estava presente fisicamente no momento em que Conrad morreu.

Segundo os advogados da jovem, o namorado sofria de problemas depressivos, e antes mesmo de seu namoro com Michelle, já havia tentado se suicidar.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2017/06/16/interna_internacional, 876911/eua-jovem-e-condenada-por-encorajar-namorado-a-se-suicidar.shtml .

Notícias relacionadas: