Adultos jogaram crianças pelas janelas — Incêndio em Londres

O edifício Grenfell Tower em Londres pegou fogo durante a madrugada desta quarta-feira

Os serviços de resgate conseguiram acessar nesta quinta-feira, com grande dificuldade, os andares mais altos do prédio residencial.

Os chefes de bombeiros dizem não ter expectativa de encontrar mais sobreviventes.

Para esta noite, está agendado um protesto diante do Parlamento em Londres contra o governo da primeira-ministra, Theresa May, e com a postura da política ao visitar o prédio.

Ainda o incêndio não estava totalmente extinto e já os bombeiros conduziam buscas por entre os escombros para tentar encontrar sobreviventes, uma esperança que entretanto deixou de existir, embora haja ainda pelo menos 65 residentes desaparecidos. A polícia britânica já anunciou que vai abrir um inquérito público para apurar as causas do incêndio, admitindo a possibilidade de ter havido, direta ou indiretamente, mão criminosa na origem do incêndio.

O presidente da câmara de Londres, Sadiq Khan, exigiu hoje a publicação, ainda "este verão", do relatório preliminar sobre o incêndio de quarta-feira, no edifício Grenfell, na capital britânica, e não dentro de vários anos. Os especialistas em combate a incêndios fizeram uma inspeção superficial das portas das casas desses últimos andares e enviaram cachorros especializados na localização de pessoas.

Cotton relatou que ainda falta isolar uma canalização principal de gás do edifício, que apresenta problemas, e escorar várias zonas do imóvel antes de continuar com a revisão aprofundada e a busca por vítimas de forma mais segura.

Ainda não há nem sinal de muitos dos moradores, e as autoridades emitiram um apelo para que elas sejam procuradas ou entrem em contato com a polícia por iniciativa própria.

"A nossa prioridade são aqueles que sabemos que eram residentes na torre, mas talvez houvesse outras pessoas que também estavam dormindo no local", disse o comando policial.

"A severidade e a temperatura do fogo significam que será um milagre absoluto que alguém ainda esteja vivo", acrescentou. Até a quinta (15), havia 37 pessoas hospitalizadas, 17 delas em estado grave, segundo informações da polícia local no Twitter.

"Ao que parece, como em outros casos de incêndio ao redor do mundo, a natureza do revestimento externo é responsável pela rapidez de propagação do fogo", disse Angus Law, especialista da Universidade de Edimburgo. Em ambos os casos, a fachada foi recoberta com painéis de interior plástico (polietileno) e chapa exterior de alumínio.

Notícias relacionadas: