O resgate de mulher presa como um cachorro em contêiner nos EUA

Kala Brown de 30 anos estava presa com uma corrente ao redor do pescoço

A polícia do Estado americano da Carolina do Sul divulgou imagens chocantes de uma mulher encontrada acorrentada como um cachorro dentro de um contêiner.

Posteriormente, a polícia encontrou os três corpos apontados pela mulher, incluindo o de seu namorado.

Depois de receber denúncias anônimas, a polícia tinha decidido realizar uma busca em uma propriedade de Kohlhepp, agente imobiliário que estava no registro de agressores sexuais e tinha cumprido pena de 10 anos por ter sequestrado e estuprado uma jovem de 14 anos.

Durante a busca, os policiais ouviram um barulho de batidas vindo do contêiner e encontraram Karla.

Karla Brown deu uma entrevista em fevereiro, para a rede de TV americana ABC News. Karla Brown foi sequestrada em 31 de agosto de 2016 junto com o namorado, Charlie Carver.

O chefe de policia do distrito de Spartanburg, Chuck Wright, disse que a mulher estava visivelmente traumatizada e que "ela estava presa como um cachorro". O sequestrador era Todd Kohlhepp de 45 anos, que matou Charlie e enterrou o corpo próximo ao local onde manteve Karla presa.

Ao ser preso, Kohlhepp não apenas confessou o sequestro, como também afirmou ser responsável por um tiroteio em 2003, no qual morreram quatro pessoas.

Há duas semanas, Kohlhepp foi condenado a sete penas de prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional.

O casal foi atraído para o edifício de Kohlhepp para um trabalho de limpeza, quando o agressor matou Carter e acorrentou Kara que foi violada diariamente.

Ela diz ter sido sistematicamente estuprada por seu captor.

Notícias relacionadas: