Relatória Focus: Inflação para 2017 cai de 3,90% para 3,71%

Show banco central 2

A economia francesa cresceu 0,5% no segundo trimestre deste ano, o que significa um regresso ao ritmo de crescimento que tinha alcançado nos três últimos meses de 2016, indicou hoje o Banco de França.

Os dados são do Boletim Focus, uma publicação semanal, editada pelo BC, e que reúne as projeções de cerca de 100 analistas do mercado financeiro.

Já a perspectiva para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2018 passou de 4,40% para 4,37%, informou o Banco Central.

O banco central francês confirmou, assim, a previsão que fez há um mês para o crescimento da economia no segundo trimestre deste ano, tendo destacado o "bom comportamento" dos grandes setores de atividade no país. Os economistas, na semana passada, falavam em PIB em alta de 0,50%, já está semana ele tem previsão de 0,41%.

Os economistas do mercado financeiro mantiveram a projeção de corte de apenas 0,75 ponto porcentual da Selic (a taxa básica de juros) em julho, para 9,50% ao ano. Além da queda na projeção para o IPCA de 2017, a expectativa para 2018 também encolheu e agora marca 4,37%.

A estimativa para a taxa básica de juros, a Selic, permaneceu inalterada.

O Top 5 manteve a projeção para a Selic no fim de 2018, de 8,00% ao ano.

Junho deve ser um mês de alívio para o bolso dos consumidores.

Ainda de acordo com o Focus, após o corte de 0,75 ponto em julho, o Copom faria mais duas reduções de 0,50 ponto, em setembro e outubro, até chegar a uma taxa de 8,50%.

Os analistas ouvidos pelo Banco Central, esperam que a diferença entre o que o Brasil vender para o exterior e o que ele comprar seja ainda maior.

Notícias relacionadas: