Dois jovens morreram no Rio Vouga

Águeda: Duas Crianças Morrem Afogadas

Morreram as duas crianças que desapareceram nas águas do rio Vouga, em Macinhata do Vouga, Águeda. Os dois menores estavam junto ao Rio Vouga quando deixaram de ser vistas. Carlos Sousa, que se encontrava próximo do local com a filha, de oito anos, ouviu os gritos aflitos da mãe dos meninos e tentou agarrar o rapaz, mas não teve forças.

Em declarações à SIC no local, cerca das 18:00, Jorge Almeida explicou que o menino "foi encontrado agora mesmo sem vida". A irmã mais velha, de 14 anos, foi encontrada com vida pelas autoridades, mas acabou por morrer a caminho do hospital.

Os dois irmãos, juntamente com a família, de Santa Maria da Feira, estavam a tomar banho no rio Vouga. Os desaparecimentos ocorreram em zonas balneares.

Nas operações de buscas estão envolvidos meios das corporações de bombeiros de Águeda e Albergaria-a-Velha.

O local onde as crianças tomavam banho não está classificado como praia fluvial, mas é uma zona do rio Vouga que, pelas condições que apresenta, é por alguns frequentada como tal.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro avança à agência Lusa que estão decorrer as manobras de reanimação.

Notícias relacionadas: