Vacinação contra a gripe já atinge 70% do público-alvo

Show 1073160 rj tngro abr

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Influenza termina no dia 26 de maio. Em 2016, foram vacinadas 717 mil pessoas na capital. As informações são da Agência Brasil.

Entre os idosos, cerca de 180 mil foram vacinados até agora, seguidos de crianças (92 mil) e trabalhadores da saúde (79 mil). Em seguida, o alvo foram as pessoas com 60 anos ou mais, gestantes e puérperas.

A campanha entrou nesta semana na quarta etapa que visa vacinar os portadores de doenças crônicas. Pessoas que perderem o período destacado para seu grupo poderão se vacinar a qualquer tempo, desde que respeitada a data de início de cada público. Na unidade Décio Martins Costa, o atendimento será somente no dia 6; na Osvaldo Cruz, apenas no dia 13. De acordo com orientação do Ministério da Saúde, os casos de gripe grave, caracterizados como síndrome respiratória aguda grave (SRAG) devem ser obrigatoriamente notificados.

A Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal confirmou a segunda morte por influenza A H3 este ano. Deste total, 59 estavam relacionados ao A (H3N2).

As pessoas que precisam tomar a vacina contra a gripe em casa devem correr para se cadastrar.

O Dia D da campanha de vacinação ficou definido para 13 de maio.

Ao procurar uma unidade de saúde, é importante levar a carteira de vacinação para o registro. A relação dos postos e seus horários de funcionamento está disponível no site da prefeitura.

A campanha começou no dia 10 de abril e vai até 26 de maio.

A medida reforça a importância do profissional de educação na estratégia de imunização, já que os professores têm contato diário com dezenas de pessoas e assumem papel de destaque ao proteger sua própria saúde, servindo de exemplo para seus alunos e a comunidade escolar.

Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) deverão apresentar documento pessoal e documento que comprove a gestação (certidão de nascimento do filho, cartão de gestante) no ato da vacinação, professores e trabalhadores da saúde devem apresentar documento pessoal e documento que comprove vínculo ou categoria profissional. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

Notícias relacionadas: